Cravinhos, 29 de Março de 2017
ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
Notícia
Família avista luz estranha e diz ter visto extraterrestre
04/10/2011

APARIÇÕES – O fato ocorreu em março de 2011, enquanto um pai de família estava estudando e percebeu a luz misteriosa no céu.

 


Uma luz estranha deixou o pai de família Fernando Ibler, que estava em sua residência na Avenida Fagundes, estudando no dia 2 de março de 2011, curioso. Em uma distração, olhou para o céu e percebeu uma luz misteriosa que aumentava e diminua seu tamanho e mudava suas cores. Ficava parada, dava piruetas, sumia e depois ressurgia. Assustado e surpreso, Fernando chamou pelo filho Gabriel, 5 anos, e sua mulher Maria Altiva Ibler Bernardo, 34 anos, sendo que ambos desconfiaram que era um disco voador.
“Quando vimos esse objeto voador não identificado, pois não era avião nem helicóptero, já que os movimentos eram totalmente diferentes. Meu marido estava estudando na área aberta de nossa casa, e por coincidência ele olhou para o céu, momento em que avistou a luz. Ela ficou parada por algum tempo e todos nós fomos chamados para ver”, explica Maria Altiva.
Quando a luz foi avistada Altiva pegou a câmera fotográfica e começou a filmar e tirar fotos do objeto não identificado.
“Deu para tirar fotos, filmar e então resolvemos ligar para a minha cunhada [residente próximo a rua XV de Novembro] para perguntar se da casa deles, estariam vendo essa luz, para provarmos que não estávamos loucos” relata, entusiasmada, Maria Altiva Ibler.
Por coincidência, a cunhada de Altiva também avistou essa misteriosa luz no céu. Depois desse dia o comportamento da família Ibler mudou, como por exemplo, se recolhendo mais cedo e ficando sempre atenta ao céu.
“Ficamos bem emocionados, pois nós realmente acreditamos que seja um disco-voador devido à maneira que foi vista, não vimos mais nenhuma outra vez”, afirma Altiva.
Durante todos os dias a família olha para o céu e tenta avistar essa misteriosa luz que eles acreditam ser um OVNI (Objeto Voador Não Identificado).

FAB relata caso em Americana
O caso mais famoso de disco voador no interior de São Paulo, foi em 1989. Um documento da Força Aérea Brasileira (FAB) registrou até o fato em Americana: um objeto ‘circular, com um diâmetro de 50m, que ficou apagado a maior parte do tempo’, segundo uma testemunha.
Em 2001, novos relatos de luzes esquisitas aconteceram em cidades da região. Em fevereiro de 2001, um camponês afirmou ter visto um objeto circular enquanto caminhava por uma rodovia, mas nada foi comprovado.

Reportagem: Jamila Grecco
Fotos: A Redação
 

updown
Web by Parceria Online - 2011 - 2017 Todos os direitos reservados
Francisco José Cavalcanti da Silva - Diretor e Proprietário
Kátia Cavalcanti - Administrativo e Financeiro
Leandro Cavalcanti - Jornalista Responsável
Jamila Grecco - Jornalista
Fale Conosco: contato@atribunaregional.com.br
Endereço: Rua Cristiano Barreto, 327
CEP: 14140-000 - Cravinhos - SP
Telefone/Fax: (16) 3951.2228